AMOR ETERNO

AMOR ETERNO

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

ÓPIO AZUL.



                                                          (A FLOR ENIGMÁTICA)







Flutuando
Em êxtase
Profundo
Sonhando...

Total domínio
Envolvente a mente
Extasiante
Visual

Imagens se criam
Como Miragens
A vislumbrar
Na penumbra
Me deito em ti

Toda extensão
De teu corpo quente
Bálsamo de meu prazer
A me aquecer
Mata minha fome
Minha sede
A Eternecer
Me afaga
Me da paz acalma
Minha alma
Amo a Ti

Na imensidão
De Norte ao Sul
Me perco contigo
No Céu
Do Ópio Azul.

                                               §

2 comentários:

  1. Belo poema...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  2. Maravilloso poema, querida Cecilia espero estes mejor,poco a poco, el tiempo va curando, un abrazo de tu amigo.J.R.

    ResponderExcluir

Um Sol a Todos.Luz em teus caminhos.